quarta-feira, 18 de março de 2015

você é a vida da minha vida

ontem, estávamos só. 
na madrugada nublada, 
com uma pequena garoa. 
você fumava o seu cigarro e assoprava a fumaça pr'outro lado.
enquanto eu cantava debaixo da coberta:
mardy bum, mardy bum.
você sorria e dizia o quanto me amava. 

apagamos a luz e nos amamos, 
sem abrir a boca. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário