sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

de: Emmanuelle

Júlia, 

te escrevo para dizer que há um mundo lá fora. não tenha medo do futuro e não carregue o peso do passado sempre em seus ombros. tudo que aconteceu teve de acontecer, então, não se culpe, por favor.  
entenda que, as pessoas mudam, as plantas morrem, a tinta da sua caneta preferida vai acabar e pelo menos uma vez, o seu coração vai se quebrar em pedaços. pedaços que o tempo conserta. você ainda vai olhar no espelho e vai enxergar que além do batom vermelho, o cabelo bagunçado e os olhos marejados, há uma moça que apenas quer ser livre. mas entenda também que, ninguém te prende, além de si mesma. 

quando se sentir triste, sente numa praça e se encante com a inocência das crianças que brincam ali por perto. e como já dizia aquela frase clichê: joelhos machucados doem menos que um coração partido.

4 comentários: